quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Saudades que ficam...



Não encontro mais adjetivos para te descrever…
Irritas-me por isso, sabes?
Porque já te conheço tão bem…
Porque me conheces tão bem…
Porque sinto saudades tuas até a dormir
Saudades de te ler, de te ouvir…
Saudades dos teus ciúmes, que ocultas em silêncios prolongados…
Saudades do teu sorriso.
Do brilho do teu olhar… 
Aquele, que por vezes parece tão distante e tão perto ao mesmo tempo.
Mas uma vida para ser digna de ser chamada de VIDA, tem que carregar com ela a palavra Saudade!
E tu és a saudade da minha vida…
E haver saudade é bom… porque a saudade é amor, é paixão, é vontade, é desejo, és tu!
É um toque, um beijo, uma caricia uma entrega sem limites, és tu.
É a carência, a ansiedade… é a ausência de ti!
A saudade vive tanto na minha vida, como na tua e numas outras tantas vidas… 
Mas, é na importância, na intensidade que a sentimos que existe a diferença para todas as outras.
E na minha vida, a diferença, dessa saudade… és tu!
Serei, ou virei a ser, a saudade da tua vida?
Se isso um dia acontecer, que seja a saudade do meu sorriso, do meu toque, do meu sabor, do meu calor.
Pois aí, serei eu! Terei sido eu…

A saudade que se tatuou em ti! 

#L611 #BurningW

Sem comentários:

Enviar um comentário