terça-feira, 22 de novembro de 2016

Pecador...



Quem já não foi fodido, ou fodida, através do pensamento. 
Quem já não sentiu a sua alma invadida por palavras, vontades, desejos…
Quem já não desejou ser o corpo que aquelas mãos suaves, ou fortes poderiam percorrer?
Quem já não apertou os seus mamilos, seus seios, sua vulva ou pénis com os olhos fechados a desejar que aquele toque fosse o toque daquele ou daquela que tanto desejavam ali ter.
Por acaso achas que só és pecador/a após caíres em tentação? Muito antes de o fazeres, já és um pecador/a. 
Já desejaste ser invadida, ser possuída, ser beijada e tocada por este ou por aquele. 
Num momento ou em vários.
Eu já! 
Tu já… e aqueles que te rodeiam neste momento, também já foram pecadores.
Talvez eu seja um grande pecador. 
Um pecador sem cura.
Perdoas-me por ser um grande pecador?
Não preciso do teu perdão, nem do perdão de ninguém.
Sabes, sou mesmo um pecador sem cura.
Tantas vezes a minha alma foi-me arrancada, por gemidos, toques ou vontades.
Tantas vezes o meu pensamento foi-me roubado por palavras.
Tantas vezes o meu corpo, deixou de ser meu, passando a ser nosso.
Não tenho cura… confesso que o meu lado negro me persegue. É mais forte que eu.
Consigo ter um meio-termo… mas o problema é que esse meio-termo, tem um custo elevadíssimo. 
Quem já sentiu a sua alma arrancada, seu corpo fodido e seu pensamento invadido…
A minha cura, encontra-se nas gotas do teu transpirar. 
Terei que as beber?
Será o teu cheiro exótico? 
Terei que o inalar?
Existem arranhões, cheiros e toques que nos marcam. 
E eu estou tão marcado!
E por isso, eu sou um pecador!            

#L611 #BurningW

2 comentários: