segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Noites...




Estava decidido a ter-te,  a dar-te uma noite louca de prazer e  foder esse teu corpo cheio de pecado…
Ligo-te!
-Preciso que venhas cá. Imediatamente! - Nem espero pelo que vais dizer. Sei que virás, que obedecerás...
Deixo-me ficar só de nada. Vou receber-te assim, completamente nu. Tocas à campainha, abro e, vejo os teus olhos paralisados em mim, na minha nudez e erecção quase latente.
-Uau! - É tudo o que consegues dizer...
-Vais recuar? Pergunto…
- Não....
Avanço, agarro-te no rosto e, com língua percorro os teus lábios, acaricio os teus cabelos e puxo-os para baixo. Levantas o rosto, beijo-te o pescoço… soltas um gemido…
- Hoje, vou tatuar-me em ti … Gemes ao ouvir as minhas palavras, junto ao teu ouvido.
Arranco-te o vestido que trazes. Peitos soltos… mordo cada mamilo com tesão, sempre com a mão a puxar-te os cabelos; viro-te de costas, empurro-te de encontro à parede. À bruta, rasgo-te as cuecas, abro-te as pernas, solto-te os cabelos, com a língua trilho as tuas costas e termino na tua cona, perversamente húmida...
Fico de joelhos, perante ti. Agarro na coleira que coloquei de lado e peço que a coloques em mim… Que me arrastes até ao quarto.
-Gosto de ser eu a mandar. Dizes-me tu…
No quarto, metes um pé por cima de mim, fazes-me ficar colado ao chão… Olhas para o lado e vês a corda.
-Para te prender?
- Não! Para te prender, a ti...
Solto-me, pego-te ao colo e atiro-te para cima da cama, com o rosto para baixo; prendo-te os braços, os pés e faço a primeira marca no rabo com o chicote…
Gritas bem alto… vou para cima das tuas costas, com o meu pénis percorro-te por completo… agarro-te os cabelos, olho-te e o teu olhar é de puro deleite, fogo de desejo e prazer. 
Coloco-me na tua frente, levanto-te o rosto e enfio o meu pénis na tua boca. Engoles cada centímetro, sentes cada veia saliente, que pulsa… escorre saliva pela tua boca. A primeira lágrima cai… deixo-te respirar. 
Pedes-me mais … suplicas que te volte a fazer engolir…
- Não! digo-te eu.
Volto para cima de ti, o chicote a marcar-te o rabo, e chupo-te toda. 
Deixo-te louca e desejosa para que entre em ti.  Penetro-te! Saio e volto a entrar… gritas para que te foda, mais rápido...
Fodo-te, de novo, com mais força, agarro-te os cabelos e faço-te gritar bem alto.  
Estas à beira do orgasmo e pedes-me para me vir para ti. Venho-me, tatuando-te, por dentro.

Começo a desatar-te, dás um sorriso perverso e pedes por mais....


#L611 #BurningW

3 comentários:

  1. Sublime,
    revivi em todas as letras mesmo tudo o que escreves-te.
    Revivi na leitura e na lembraça do que ja...................

    Parabens, tens futuro, abracinhos os bjs (esses sabes o que penso)

    ResponderEliminar