sábado, 22 de outubro de 2016

Cumplicidade e desejo...



-Olá!
**Olá…
-Estás bem? Tenho saudades… E desculpa.
**Sim, estou bem. Saudades? Desculpa? Ontem só me querias ver longe, e agora dizes-me isso?
-Sabes que sou assim, quero e não quero.
**Pois e quem sofre sou eu.
-Vá lá… desculpa-me e vem cá ter comigo, vem tocar uma música para mim.
**Não, não vou… não pode ser assim.
-Eu sei que ontem fui má mas, vá, vem cá.
**Só ontem?
-Foda-se… ontem e outros tantos dias, sim… Mas vem cá. Preciso tanto de ti.
**Fazes-me sempre isso, queres-me perto, afastas-me, pedes-me um retorno com carícias e amor, e dás-me com os pés sem piedade.
-Parece que sou bipolar, eu sei, mas tu amas-me assim mesmo.
**Amo sim, mas não gosto de ser tratado assim.
-Sabes o que tenho vestido? Ou melhor, o que não tenho vestido?
**Pronto… lá vais tu começar.
-Excitado?
**Longe disso…
-Procura-me nesses lençóis, e vais ver que não estou. Estou aqui, estou exposta, com este corpo desenhado e aguardar por ti, pronto a ser explorado.
**Assim não vale, é assim que me arrastas, é assim que me fazes esquecer tudo aquilo que me fazes sentir quando já te saciaste, quando já subiste montanhas, quando te sentes perdidamente cansada de tanto prazer, dispensas-me como se de um trapo, eu me tratasse.
-Se te disser que és apenas o meu brinquedo sexual, ficas zangado?
**Vês? É só para isso que me queres…
-E é mau? Por favor, deixa de ser a gaja desta relação. Tens “comida” à descrição, podes deixar à borda do prato, podes te lambuzar, podes até só vir fazer as refeições que queres… do que te queixas?
**Do amor… do teu abraço, dos passeios, das carícias…
-Eu amo-te, seu tonto. Mas adoro tanto passar aqui horas a saciar-me em ti, que me esqueço de tudo o resto. Vem cá, vá lá… preciso sentir-te.
**Não sei se mereces. Já consigo prever o que aí vem, entro, fodo, sacias-te vezes sem conta, corres comigo e… quando tiveres vontade, voltas a ligar-me.
-Conheces-me tão bem.
**Parva! Eu vou… mas queria te pedir uma coisa!
-Pede tudo. Hoje, faço-te TUDO…
**Hummm… Então queria que ligasses à tua amiga Rita, para se juntar a nós.
-Menos, ok? Muito menos… ai o caralho! És só MEU!
**Ahhhh dói não dói? Era só para te irritar…
-Parvo!
**Vou sair agora, continua assim, vestida de nada.

-Amo-te tonto.
**Eu também.

#L611 #BurningW

Sem comentários:

Enviar um comentário