quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Amor dividido!



Merecemos esta segunda oportunidade.
-Será que merecemos? Será que devíamos ter feito isto e estar aqui?
Dúvidas e mais dúvidas, é isso que nos assombra. Temos que deixar de viver na dúvida e acreditar que também merecemos sorrir.
-Mas e o que será de nós, depois de mais um dia maravilhoso que estamos a ter?
Será aquilo que quiseres que seja… Basta que para isso, me dês a mão, feches os olhos, abras o coração e deixes que o teu coração se una ao meu e nos dê as coordenadas dos caminhos que iremos percorrer, caminhos de puro amor.
Ele já te bateu mais do que uma vez, chega a casa bêbado, gasta o pouco que ganha onde não deve, não te dá satisfações e ainda acha que lhe tens que justificar cada minuto da tua vida, não és feliz, tu já me tens dito isso e os teus olhos perdem o brilho quando o tens a teu lado.
Ela, passa os dias enfiada no escritório, vive mais para o trabalhado do que para nós. Acha que é ela que mete o dinheiro em casa, que eu devo fazer papel de pai, mãe, cozinheiro, dona de casa e ainda ficando com crédito para me exigir o que lhe apetecer. Há muito que não sorrio, que perdi o brilho no olhar e que tenho vivido uma farsa.
É esta a vida que queremos? Viver assim o resto das nossas vidas?
-Tenho medo!
Temos medo. Mas não podemos ser mais fracos que o medo, temos que enfrentar esse medo, temos que dar as mãos, unir as nossas forças e acreditar no nosso amor.
Beija-me novamente… sabes que te amo e que acredito em nós.
-Não sou capaz, não tenho essa tua força! Acho que devemos parar com estas vindas ao Hotel, com estes encontros.
Dizes-me isso enquanto me beijas e começas a vestir… Já vais? Não queres ao menos tentar voltar a sorrir, a ser feliz, a ser amada, desejada e te olhares ao espelho com orgulho e amor por ti? Fica um pouco mais, deixa-me te amar uma vez mais.
-Não é assim tão simples, há muita coisa envolvida.
Ai há? Dinheiro, família, bens materiais e que mais? Abdicas da tua felicidade por um casamento de farsa?
-Não compreendes…
Então ajuda-me a compreender.
Apenas sei que te amo, que te desejo muito, que estou disposto a abdicar da minha vida, da minha estabilidade instável, de enfrentar quem quer que seja, de construir um novo caminho da vida, abdicar do meu futuro pelo nosso futuro. De abdicar da minha vida, para viver a tua.
E vais… sais deixando apenas um beijo ao de leve nos lábios.
Como gostaria de te ter comigo, caminhar na areia enquanto te mostrava o mar, deitado na relva enquanto contigo contava estrelas, pegar numa rosa e contigo admirar. Trocar beijos longos onde as nossas línguas se amavam.
Como eu gostaria de ao menos tentar começar uma vida nova, a teu lado! Queria tanto deixar de perder estas lágrimas que perco cada vez que te vais…
Caramba, eu queria mesmo construir um caminho novo a teu lado, estarei a pedir mais do que merecemos?
Deixo-me ficar pensativo nestes lençóis… onde deixas o teu cheiro.



#L611 #BurningW

Sem comentários:

Enviar um comentário